domingo, 1 de agosto de 2010


A pressa de fazer e a mania de perfeição
O descanso e minha mãe fazendo pressão
A solidão e o pânico de um arrastão

Quero aprender a surfar
Inventar uma nova maneira de estudar
Proliferar uma forma rudimentar de beijar
E da rotina escapar

Quero sair pelo mundo e me aventurar
Com toda mente elevada que um espírito possa comportar
Aonde a globo não possa me alcançar
Aonde possa estudar psicologia e deleitar

A vida será um dia de sol e uma noite de lua,
onde minha boca e a tua
dará louvor a natureza nua

Vem sem pressa,
Mas vem e me leva,
Depois é só pagar a promessa
Que um dia foi feita à força de tanta reza.

3 comentários:

rode disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rode disse...

ficou show bina

FernandaC. disse...

Ah que lindo!

Postar um comentário