quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Tesesconsumadas.

Não tenho sorte no amor
Não será tão fácil sair de onde estou
Não queria ter em mim tanto rancor
Esperar o futuro foi o alento que restou.
Que o mundo reconheça que planta sem flor também tem raiz,
Que beleza só sacia o aprendiz
Que de nada irá adiantar fazê-la tua matriz
E que não há preço que pague um final feliz.





4 comentários:

: ] disse...

gostei :)

Nina disse...

Oi,
Fico chateada de ter palavras que estão prontas, sentimentos que me enchem, para sair de minha cabeça e meu coração, mas eles parecem se perder no caminho até minhas mãos... E acabo deixando para trás o que complementa uma idéia, um pensamento, sem poder nunca expressar tudo o que sinto... E Larissa eu espero que esse não seja o seu caso, para falar a verdade, não creio que seja. Pois o que coloca pode nem sempre dizer o quadro todo, mas sem dúvida alguma, sempre podemos ver nas entrelinhas o que faltou ser dito ou escrito.

L. Figueiredo disse...

As entrelinhas sempre falarão a maior parte...

FernandaCortêz disse...

"Que o mundo reconheça que planta sem flor também tem raiz"

AAAH, mt lindo Larissa.

Postar um comentário